- Junho
- Julho
- Agosto
- Setembro
- Outubro
- Novembro
- Dezembro
2009
- Janeiro
- Fevereiro
- Março
- Abril
- Maio
- Junho
- Julho
- Agosto
- Setembro
- Outubro
- Novembro


Mhilka;
Puffy Dreams;
Ana;
Tamara;
Kélly;
CrossMyMind;
Iara;
Naty;
This Luv
Luv Bug;
Hey Luv;
Classic Girl;
Versoavulso;
MDF;
Detalhes;
Mary Moments;
My Path;
Devaneadora;
Chubby Collors;
My Sugar;
Blessed Luv;
Chubby Talk;
PDM;
Blog da Kaka;
Crazy Things;
Amor:
- viva afeição que nos impele para o objeto dos nossos desejos;
- inclinação da alma e do coração;
- objecto da nossa afeição;
- paixão;
- afeto;
Chacoalhar:
- pertubar;
- turvar (líquido);
- inquietar.

Since: 11/02/08.
Visualização: Mozilla Firefox.



Samantha,valho $1,829,000, tenho vinte anos, faço aniversário dia 21 de Junho e sou, orgulhosamente, geminiana.Quero fazer Jornalismo e Moda. Sou 73.7% pura, tenho 5 tatuagens e pretendo ter muito mais.Mcdonalds, sapos, dançar, viajar, ler, cantar. Marilyn Manson, Paramore, Lily Allen, Taylor Swift, Britney Spears, Lady Gaga, Avril Lavigne, The Veronicas e Millionaires são alguns dos mais tocados.
@ meadiciona
@textos
@encomende


{ Código }

Tempo Quaase friozinho.

Vestindo Pijama de bolinha *-*

Comendo - comendo

Assistindo -

Visitando Drikoti

Ouvindo Lily Allen - R U Mine

Pensando Não sei mais o que fazer...

Sentindo Desanimo

MSN Off =D



WISHLIST
- Carteira de motorista
- Emagrecer!
- Tra-ba-lhar
- Terminar meu livro ♥
- Um cachorrinho *-*
- Celular novo. {de novo}
- Costurar melhor.
- Começar a faculdade de Jornalismo e/ou Moda.
- Ir pra Disney nas férias.
- Pré-Estréia Lua Nova.
- Ter um BOM fim de ano.
- Me resolver emocionalmente.
- Intercâmbio em Vancouver e Paris.


G.R.A.M.M.Y



{♥}


EDITANDO: Meniiinas, consegui um emprego *-* E estou botando fé nesse, viu? Torçam para que dê tudo certo! Até semana que vem eu começo a pegar pesado no batente. hoeheohe Obrigada à todas que torceram por mim (L) Já, já eu volto com mais da estórinha ;)

Puxa, pensei que fosse ser muito mais fácil conseguir um emprego esse fim de ano. Não que esteja TÃO difícil assim, mas só me aparece lugar longe pra dedéu ou que pague uma ninharia! Não me aguentei e voltei logo pra postar o novo layout *-* fazia tanto tempo que eu não usava um layout mais "clean". De resto, my life still a mess -.- Ando nervosa com o Rafael, que está se achando a última bolacha do pacote, estressada comigo mesma por simplesmente não conseguir seguir em frente! Mas feliz, por ter o Bruno e a Tata ao meu lado sempre, e quando eu digo sempre é porque é sempre mesmo. É só isso, não deixem de ler o post anterior e dar a opinião de voces, rãm! E um beijo pra Kelly, só porque faz muito tempo que eu não dedico nenhum post pra ela {hueheu}
 Xoxo =*







| Envie



{♥}


Editando: A história debaixo é continuação desses seguintes posts: primeiro, segundo, terceiro e quarto. ;)

  Havia uma música tocando absurdamente alto, e os alunos estavam se aglomerando. Eu pude reconhecer, The Beatles. Uma de minhas bandas preferidas. Brina e eu nos aproximamos, eu notei que era um daqueles carros coloridos que fazem shows em rua. Um homem segurava um microfone, enquanto o refrão tocava, ele parecia sério demais para fazer humor. Eu já estava me afastando quando ouvi a voz. A voz que tanto ouvi na noite anterior me chamando pela janela, a voz que fazia meu estomago congelar e minha mente entrar em transe.
 - O que pode uma criatura, senão, entre criaturas, amar? Amar e esquecer, amar e malamar, amar, desamar, amar? - Lucas estava citando uma poesia no meio de toda a escola, ele segurava o microfone com uma mão e um papel pequeno em outra, tremendo. - Sempre, e até de olhos vidrados, amar? Este é o nosso destino: amor sem conta. Amar a nossa falta mesmo de amor,e na secura nossa amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita. - o homem que a pouco segurava o microfone, pegou o papel da mão de Lucas e lhe entregou um grande buquê de rosas vermelhas. Lucas me olhava, há seis passos de distância, nervoso.- Tabita - eu senti meu rosto queimar. -, mesmo eu sempre clamando por sua atenção de maneira errada e implicante, voce nunca deixou de ser minha amiga, ou seja lá o que a gente podia chamar, mesmo querendo me matar vez ou outra. E quando eu vi que finalmente eu tinha como minha namorada, todos os momentos que eu passava longe de voce eram indiferentes, sem graça... Minhas noites se tornavam melhores porque eu sabia que voce estava há um chamado de distância e agora, sem voce, eu tenho vontade de ficar trancado, sem voz, sem som, sem nada. Estou aqui para lhe pedir desculpas, para implorar que me perdoe. - seus olhos estavam cheios d'água, e eu notei que eu tremia da cabeça ao pés. Ele se aproximou, com um sorriso de lado. - Eu não sei o que fazer sem voce... - ele estava ha quatro palmas do meu rosto, seu halito doce invadiu meu rosto, ele largou o microfone no bolso. - Eu te amo, Tabita. - É claro que se ele não tivesse grudado em mim naquele momento, eu não o escutaria, parecia que a escola havia acabado de presenciar um grande espetáculo, pelos gritos e estardalhaços. E eu me lembrei de nosso primeiro beijo, um beijo feroz, mas doce, desejável. A lingua dele brncava com a minha enquanto me abraçava pela cintura. Tudo estava certo novamente.

 É iiisso! Hoje começo o treinamento, devo demorar pra vooltar.
 Mas retribuirei os comentários!
 Xoxo =*







| Envie